Não há melhor resposta que o espetáculo da vida: vê-la desfiar seu fio, que também se chama vida, ver a fábrica que ela mesma, teimosamente fabrica, vê-la brotar como há pouco em nova vida … mesmo quando é uma explosão de uma vida severina.
João Cabral de Melo Neto (via oxigenio-dapalavra)
< >